Persistência leva estudante do QC ao 2º lugar na COPASA-MG

Luana Pedrosa, aprovada em 2º lugar na Copasa.

Luana Pedrosa, aprovada em 2º lugar na Copasa.

Nossa maior felicidade é quando recebemos a boa notícia da aprovação dos nossos estudantes. Sabemos que a caminhada é árdua, que nada é tão fácil e que manter-se na maratona requer fatores essenciais como determinação, extremo cuidado e equilíbrio, entre outros. Qualquer desvio pode ser fatal. Aqueles que se mantêm na trajetória são merecedores de aplausos, pois ali está um campeão de verdade!
A nossa maior inspiração, que é você, está agora assumindo um papel merecedor de sua conquista: servir o cidadão! E, temos toda a convicção que este papel será desempenhado com muito êxito e dedicação. A mesma dedicação, a qual a preparação recebeu! Desejamos sucesso nessa nova jornada que eu bons frutos possam render a todos que dependam da atenção de nossos Servidores Públicos!
Os depoimentos que recebemos de nossos aprovados, podem contribuir e muito para a caminhada de quem está nesse propósito e, por isso compartilhamos com todos vocês!

“Olá! Vou contar um pouco da minha história de concurseira!

Me chamo Luana Pedrosa Pinto, moro em Divinópolis/MG desde quando nasci. Tenho 27 anos, sou formada em Biologia e resolvi fazer concurso há apenas 4 meses.

Minha mãe é concursada, e sempre me incentivou a estudar para concursos, que atualmente é uma das melhores opções para se estabilizar.

Como sou bióloga, trabalhei 3 anos contratada no órgão ambiental estadual e me interessei bastante por essa área. Mas infelizmente o meu contrato expirou e decidi partir para um emprego de uma empresa privada.

Trabalhei 6 meses em uma empresa de destinação de resíduos, mas ainda não era o que eu queria, o salário era muito baixo. Percebi que trabalhar em um órgão público ainda era a melhor opção.

Então decidi largar tudo, emprego, dinheiro e vida social para começar a estudar. Foi uma decisão difícil, pois eu nunca gostei de depender dos meus pais. Mas naquele momento era o que eu precisava.

Como eu gosto muito da área ambiental, fiz o concurso do ICMbio (Instituto Chico Mendes) em abril, mas não passei. Era prova do Cespe (uma das bancas mais difíceis) e eu não estava preparada, pois tinha apenas um mês de estudos. Porém, não desanimei.

Foi publicado então o edital da COPASA (Companhia de Saneamento de Minas Gerais), resolvi fazer, apesar de ter apenas uma vaga. Foram 800 candidatos ao cargo de Biólogo.

Estudei 9 horas por dia, com disciplina e muitos exercícios através do site Questões de Concursos, que me ajudou bastante. O site é bem didático, separa por assunto, então fica mais fácil resolver os exercícios.

Comecei separando as matérias por horários. Separei a parte da manhã para a matéria que tinha mais peso, no meu caso a biologia. Na parte da tarde, estudei a matéria que tinham menos peso, mas eu tinha dificuldade, como as legislações. E à noite eu estudava as matérias mais fáceis (pois eu já estava cansada), como português e informática.

Considero que estudar de forma modular, ou seja, estudar uma única matéria de modo a esgotá-la, para em seguida passar para outra, tende a ser mais chato do que variar as matérias ao longo da semana. Inclusive acredito que isto impacta na concentração, pois o novo, que seria a matéria distinta, em função da variação, pode ter uma influência na liberação de dopamina. E dopamina consiste num neurotransmissor importante para o mecanismo atencional.

É bem verdade que é possível que, estudando apenas uma única matéria por vez, e avançando no domínio desta, possamos nos empolgar e nos envolver mais. Porém, quanto mais você avança nos estudos, você esquece o que já foi estudado. Por isso é sempre importante revisar o que já foi lido.

Nos intervalos para café da manhã, almoço e jantar eu espero uma hora e meia, para que a digestão seja feita corretamente e eu fique mais descansada.

Algumas dicas que eu aprendi: converse sempre com sua família, para que eles não atrapalhem com barulho. Celular deixe longe de você. Conte para os amigos, para que eles entendam quando não puder sair. Assista aulas de professores renomados. Não escute as pessoas que te desanimam, que falam que é difícil. Faça bastante exercícios no site QC, é o que mais ajuda.

Enfim, fiquei em segundo lugar no concurso da Copasa, que apesar de ter uma vaga, posso ser chamada pelo cadastro de reservas quando eu menos esperar. Não parei por ai, continuo estudando. Meu objetivo é o concurso do IBAMA. Sempre sonhei em trabalhar lá!

Acho que com persistência, concentração e foco todas as pessoas podem conseguir seus objetivos. Ir em frente, apesar de tudo!

Uma frase que carrego sempre comigo: “Ora et labore” que significa orar e trabalhar. É o exercício da paciência. Cada dia tem o seu tempo dividido entre oração e trabalho. Oração em excesso pode levar à preguiça. Muito trabalho leva à cobiça!”

 

Vem aí novo concursos para SEFAZ-RJ para nível médio.

sefaz rjO subsecretário da Receita estadual, George Santoro, em entrevista concedida à FOLHA DIRIGIDA, anunciou concurso para agente de fazenda (nível médio) da Secretaria de Estado de Fazenda do Rio de Janeiro (Sefaz-RJ), com oferta mínima de 250 vagas, que serão distribuídas pela capital e interior do estado. Ele também confirmou a organizadora da seleção, que será a Fundação Ceperj. Ele não precisou um mês para a publicação do edital, mas destacou que a expectativa é que as provas ocorram até o fim deste ano. “Nosso ideia é ter até o fim deste ano esse concurso realizado. Que o próximo governador tenha à sua disposição um banco de funcionários para ele contratar”.
Segundo a Sefaz-RJ, a remuneração inicial é de R$3.452,38, sendo R$637,24 de vencimento-base e R$2.815 de  vantagem inerente ao regime Especial de Trabalho da Administração Fazendária (Refat), conforme consta em lei. O concurso será regionalizado, e os servidores que forem morar em locais de barreiras fiscais irão receber auxílio-moradia, de R$800, o que poderá elevar os rendimentos para R$4.252. Segundo o subsecretário, a ideia é adiantar os preparativos, para que o próximo governador já possa contar com os novos agentes. “A nossa vocação é treinar, melhorar e qualificar, para que possamos assim prestar o melhor serviço possível à população do Rio de Janeiro”, frisou.
No último mês, em votação realizada na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), foi aprovado o projeto de lei que cria o novo Plano de Cargos da Sefaz-RJ. Com isso, 1.500 vagas de agente de fazenda foram criadas para o órgão. Os novos profissionais serão divididos em três categorias, sendo a terceira de ingresso na carreira. O concurso para auditor-fiscal também foi citado pelo subsecretário da Receita. Segundo George, esta seleção ocorrerá em, no máximo, 50 dias, com oferta de 50 vagas. A organizadora ainda não foi definida, mas o subsecretário comentou o fato de a última seleção, organizada pela Fundação Carlos Chagas (FCC), ter sido um sucesso. O cargo exige nível superior em qualquer área, e a remuneração inicial é de R$13.186, para carga de trabalho de 40 horas semanais. Veja a entrevista:

FOLHA DIRIGIDA – Quais são os principais projetos que a Secretaria de Fazenda do Rio vem implementando no sentido de valorizar os servidores?
George Santoro -
A Secretaria de Fazenda vem desenvolvendo uma série de projetos de modernização institucional, tanto na área de desenvolvimento de novos sistemas, quanto na área de desenvolvimento de recursos humanos. Nos últimos anos, nós fizemos concursos seguidos para auditor-fiscal e oficial de fazenda. E no ano passado, sentimos a necessidade de renovar os quadros de agente de fazenda. Nós tínhamos um grupo de terceirizados bastante significativo no início do governo. Depois essas pessoas passaram por um período de contrato temporário e, em um dado momento, algumas delas foram contratadas para prestar serviço. No ano passados, tomamos a decisão de não mais terceirizar esse serviço ao contribuinte dentro da secretaria, e a partir desse momento, tomamos a decisão de tentar reestruturar um pouco mais a carreira dos fazendários. Ou seja, pessoas que trabalham aqui há 19 anos irão conseguir suas promoções e, com isso, serão abertas vagas e possibilidades de nós conseguirmos fazer um concurso para o cargo de nível médio, que é o agente de fazenda.

A recente aprovação do novo Plano de Cargos para os agentes fazendários foi uma das principais conquistas da Secretaria de Fazenda. Quais benefícios esse novo plano trará para a Sefaz-RJ e para os servidores da Casa?
O benefício imediato será a promoção dos agentes mais antigos, assim como os oficiais de fazenda. E é esse ponto que nos importa: fazer um concurso com o objetivo primordial de dotar as inspetorias, não só da capital, mas do interior e, principalmente, as barreiras fiscais do estado, com esse tipo de profissional. Hoje nós temos barreiras fiscais atuantes, com o desempenho bastante interessante.

Como a falta de agentes e a sobrecarga de trabalho dos oficiais prejudicam o bom funcionamento da Sefaz?
Hoje você tem um oficial de fazenda, que é um profissional de nível superior, que acaba acumulando, além de suas atribuições, algumas funções do agente de fazenda. Isso nós queremos consertar e caminhar no sentido de que cada um faça as suas atribuições. Assim, como o oficial faz uma parte do trabalho do agente de fazenda, ele não faz a parte de apoio ao auditor-fiscal. Então, esse tipo de situação com o novo concurso para agente de fazenda deixará de ocorrer. Com essa iniciativa, irão melhorar muito a atividade das inspetorias e o atendimento ao contribuinte.

O novo plano ampliou de 300 para 1.500 vagas o número de agentes fazendários que a Sefaz-RJ poe ter em seus quadros. Atualmente, quantos agentes a Sefaz-RJ possui em seus quadros na ativa? O senhor sabe informar quantos estão da terceira categoria, que é a de ingresso da carreira?
Estamos aguardando a Secretaria de Planejamento (Seplag) atualizar a rotina de informática para termos com precisão a aplicação da lei recentemente aprovada.

Do atual quadro de agentes, quantos vão ascender à segunda categoria, com a aprovação do novo plano?

Nossa previsão é de que cerca de mil fazendários (técnicos, oficiais, agente e auxiliares), mas o número correto somente após o trabalho da Seplag.

A Sefaz já iniciou os preparativos visando à realização do concurso de agente fazendário? A Fundação Ceperj será a organizadora?

Sim, inclusive fizemos uma reunião, na última semana, para discutir alguns princípios basilares do concurso. Uma coisa que foi decidida nessa reunião é que esse concurso será regionalizado. Ou seja, o postulante vai se candidatar às vagas para determinadas regiões. Isso porque nossa grande deficiência é nas barreiras fiscais e no interior do estado. Claro que na capital também temos necessidade. Nesse projeto de lei, nós fizemos uma atualização do valor da retribuição do auxílio-moradia. Na tabela, ficou R$1 mil para oficial, R$800 para agente de fazenda e R$600 para auxiliar de fazenda. Então, foi um aumento razoável para todos que forem ficar nas barreiras fiscais, até pelas peculiaridades do serviço, já que o servidor fica de plantão, trabalha à noite inteira. E para esse concurso de agente, está confirmada como organizadora a Fundação Ceperj.

Quando pretende divulgar o edital?

Pretendemos divulgar o edital ainda este ano. Estamos nos preparando para realizar esse concurso. Tivemos a primeira reunião na semana passada com a área de RH, discutindo essas questões de matérias, se será regionalizado ou não, questão essa que já está decidida. Agora, outras questões ainda não foram definidas. Mas fizemos um cronograma de reuniões semanais, pois nós estamos com pressa. Então, nosso ideia é ter até o fim deste ano esse concurso realizado. Que o próximo governador tenha à sua disposição um banco de funcionários para ele contratar.

Quantas vagas serão oferecidas?

Estamos esperando definir essas promoções dos servidores da Casa. O que eu posso dizer, da última reunião, é que serão, no mínimo, 250 vagas. Uma seleção com oferta menor que 250 vagas não acontecerá. Essa é a minha pretensão.

O concurso para agente de fazenda deverá atrair um grande número de candidatos, por exigir apenas o nível médio. Por isso, os candidatos não podem esperar pela divulgação do edital para iniciar os estudos. Sendo assim, quais disciplinas deverão ser cobradas nas provas?
Nós não iremos fugir muito desses concursos de nível médio. Tanto a área federal quanto a estadual têm uma linha mestre de concurso. Assim, nós não abriremos mão de algumas matérias como Português, Direito Tributário, Raciocínio Lógico e Matemática. São matérias fundamentais. Mas nosso quadro de matérias ainda está sendo definido.

Os agentes terão direito a benefícios?
Temos a previsão do auxílio- moradia para os que irão morar em barreiras fiscais e, para todos, também existe a previsão de receberem a PPE, que é uma participação na arrecadação. A cada seis meses, é feita uma aferição da arrecadação. A meta sendo cumprida, os fazendários têm direito a mais salários.

Em relação ao concurso de auditor-fiscal, o edital será divulgado entre o fim de agosto e o início de setembro?
Sim. Nossa ideia é homologar o concurso até dezembro. Todo o programa da última seleção será mantido.

Qual mensagem o senhor pode deixar para aqueles que pretendem ingressar na Sefaz-RJ, em especial na carreira de agente fazendário?
Os candidatos irão entrar em uma Secretaria de Fazenda renovada, que está almejando ser a melhor Secretaria de Fazenda do país, tanto na área de receita quanto na de despesa. Os passos para isso vêm sendo dados continuamente. A valorização do servidor aqui no órgão é muito grande. Diversos servidores nossos fazem curso no exterior. A nossa vocação é treinar, melhor e qualificar, para que possamos assim prestar o melhor serviço possível à população do Rio de Janeiro.

Fonte: Folha Dirigida

Setor de transportes: concursos previstos! Salário até 11 mil.

ministerio dos transportesTramitam no Ministério do Planejamento três pedidos de concursos para o setor de Transportes, a fim de melhor atender às demandas. São, no mínimo, 1.801 vagas, sendo 1.131 para o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e 670 para a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), sem falar do próprio ministério, que solicitou a autorização em maio, estando o mesmo sob análise desde 4 de junho. Nesse caso, o número de vagas é indefinido no processo.
Portanto, essa é a hora de iniciar a preparação para as provas, já que o tempo entre a autorização e a publicação do edital é suficiente para o estudo do programa anterior, cujas disciplinas de base sempre se fazem presentes nos novos editais. Apesar de não haver detalhes sobre os cargos do próprio ministério, como os estados contemplados, na última seleção, feita pelo Cetro em 2010, foram abertas 70 vagas de agente administrativo (nível médio) e 100 de analista técnico administrativo (graduados), com ganhos de R$2.067 e R$2.643, respectivamente. O conteúdo versou sobre Conhecimentos Específicos, Raciocínio Lógico, Informática, Legislação Específica, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Administrativo e Língua Portuguesa, para ambos os cargos.
Já o Dnit não informou cargos e lotação. Porém, em 2005, foram criadas 2.400 vagas, sendo 600 de analista em infraestrutura de transportes e 400 de analista administrativo (superior); e 1.200 de técnico de suporte em infraestrutura de transportes e 200 de técnico administrativo (médio). É possível que essas funções sejam oferecidas no próximo concurso, em outras especialidades, já que no último, feito em 2012 pela Escola de Administração Fazendária (Esaf) e válido até maio de 2015, as mesmas carreiras foram oferecidas.
Na ocasião, foram aplicadas provas objetivas de Português, Raciocínio Lógico-Quantitativo, Direitos Constitucional e Administrativo, e Direito Financeiro e Conhecimentos de Economia Brasileira Contemporânea para analistas de infraestrutura e administrativo; e de Conhecimentos Básicos de Administração Orçamentária e Financeira, para técnicos de suporte e administrativo. Por último, ocorreu um exame discursivo. No caso da ANTT, as vagas poderão ser distribuídas nas funções de técnico administrativo, técnico em regulação de serviços de transportes terrestres (nível médio), analista administrativo e especialista em regulação de serviços de transportes terrestres (superior).
A autarquia fez seu último concurso em 2013, por meio do Cespe/UnB, com provas objetivas (120 questões), discursivas (redação), avaliação de títulos e curso de formação, este somente para os especialistas, estando o mesmo na validade até novembro deste ano, podendo dobrar. No entanto, alguns (ou todos) cargos da última seleção possam ser contemplados, porém em áreas diferentes. Nesse caso, os ganhos são de R$5.791,25 para técnico administrativo, R$6.047,25 para técnico em regulação, R$10.916,90 para analista e R$11.776,90 para especialista em regulação, todos já incluindo o auxílio-alimentação, de R$373.
Fonte: Folha Dirigida

50 concursos públicos pagam salários de até R$ 23,9 mil

estudandoPara quem quer seguir carreira pública, veja os concursos públicos com inscrições abertas. As oportunidades profissionais estão espalhadas por todas as regiões do país.

Aeronáutica
Um total de 84 oportunidades estão disponíveis, entre as quais 80 são para médicos e quatro, para capelães. As vagas para médicos incluem especialidades como anestesiologia, cancerologia, cirurgia geral, neurologia, oftalmologia, reumatologia e urologia, entre outras. No caso dos capelães, procuram-se três sacerdotes católicos apostólicos romanos e um pastor evangélico. Quem for aprovado poderá trabalhar em cidades de diversos estados brasileiros, como São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte e Maranhão.

Salário: não informado
Inscrições: até 5 de agosto pelos sites http://www.ciaar.com.br ou http://www.fab.mil.br

Exército
São 125 oportunidades para médicos em diversas especialidades, farmacêuticos e dentistas para o Curso de Formação de Oficiais do Serviço de Saúde do Exército (CFO/S Sau), no ano que vem. Para participar é preciso ter terminado a graduação até o período de matrícula do curso de oficiais, ter título de especialista na área do concurso e ter no máximo 36 anos completos no período de 1 de janeiro a 31 de dezembro do ano da matrícula.

Salário: não informado
Inscrições: até 31 de agosto pelo site da Essex.

Sul e Sudeste

SP – Prefeitura de Santana de Parnaíba
Há um total de 230 oportunidades para todos os níveis de escolaridade, para funções como engenheiro, médico, médico plantonista, professor e educador esportivo.

Salário: até 7.292,96 reais
Inscrições: até 23 de julho pelo site do Instituto Mais

SP – Prefeitura de Cananeia
São 61 oportunidades, ao todo, para todos os níveis de escolaridade. Algumas das funções que exigem curso superior são para médico, enfermeiro e professor.

Salário: até 6.917,40 reais
Inscrições: até 23 de julho pelo site da Moura Melo

SP – Tribunal de Justiça de São Paulo
São oferecidas 21 vagas para juiz substituto. O candidato deve ser bacharel em direito há pelo menos três anos e ter três anos de atividade jurídica comprovada.

Salário: 21.657,29 reais
Inscrições: até 25 de julho pelo site da Vunesp

SP- Prefeitura de Guarantã
São 24 oportunidades para nível fundamental e também superior. Há oportunidades para médico, engenheiro civil, psicólogo, assistente social, terapeuta ocupacional, dentista, entre outros.

Salário: até 10.500 reais
Inscrições: até 25 de julho pelo site RBO Concursos


SP – Polícia Militar de São Paulo
Estão abertas 31 oportunidades para atuar no Estado de São Paulo. Do total de vagas, 10 são para o posto inicial de 2º Tenente Veterinário PM Estagiário. As 21 vagas restantes são para o posto inicial de 2º Tenente Dentista PM Estagiário.

Salário: até 5.897,23 reais
Inscrições: até 1 de agosto pelo site da Vunesp

SP – Prefeitura de Campinas
Com um total de 412 vagas abertas para médicos de diversas especialidades. Há vagas para profissionais que atuam nas áreas de anestesiologia, cardiopediatria, cirurgia geral, cirurgia torácica, clínica geral, clínica médica, ginecologia e obstetrícia, hematologia e hemoterapia, homeopatia, medicina de família e comunidade, medicina do trabalho, medicina intensiva adulto, medicina intensiva pediátrica, nefrologia, neurologia, neuropediatria, oncologia clínica, pediatria, pneumologia, psiquiatria, radiologia e diagnóstico por imagem.

Salário: até 10,7 mil
Inscrições: até 18 de agosto pelo site da Caipimes

RJ – Marinha
Há 79 vagas para o nível superior ligadas à Diretoria de Ensino da Marinha. As vagas são para áreas como arquitetura e urbanismo, engenharia de materiais e engenharia de produção, entre outras.

Salário: não informado
Inscrições: até 24 de julho pelo site da Diretoria de Ensino da Marinha


RJ -
 Defensoria Pública do Rio de Janeiro
São 26 vagas para defensor público. Para participar é preciso ser formado em direito e ter 2 anos de prática profissional na área jurídica comprovada.

Salário: não informado
Inscrições: até 31 de julho na sede da defensoria, localizada na Avenida Marechal Câmara, 314 – 1º andar, de segunda a sexta-feira, das 9h às 19h, e aos sábados, das 9h às 13h.


RJ – Marinha
A Marinha também oferece 59 oportunidades para formados em biblioteconomia, estatística, física, psicologia e outros cursos.

Salário: não informado
Inscrições: até 13 de agosto pelo site da Diretoria de Ensino da Marinha
RJ – Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região
São 77 oportunidades de nível médio e superior. Há 75 vagas que exigem diploma universitário para analista judiciário com especialidade em tecnologia da informação, e para analista judiciário com especialidade em medicina (psiquiatria). Para nível médio, as duas vagas são para técnico judiciário, com especialidade em tecnologia da informação.

Salário: até 8.178,06 reais
Inscrições: até 14 de agosto de 2014 pelo site Fundação Carlos Chagas.
RJ- Exército
São 65 vagas para o Concurso de Admissão ao Curso de Formação e Graduação de Oficiais da Ativa do Quadro de Engenheiros Militares e 33 vagas para Admissão ao Curso de Formação e Graduação de Oficiais da Reserva do Quadro de Engenheiros Militares. No site do Instituto Militar de Engenharia é possível conferir o edital http://www.ime.eb.br/vestibular/cfg-ensino-medio/legislacao-do-concurso-de-admissao-para-o-cfg.html . Os candidatos devem ter nível médio, no mínimo 16 anos e no máximo 21 anos de idade, completados no período de 1º de janeiro a 31 de dezembro de 2014.

Salário: não informado
Inscrições: até 1º de setembro pelo site do IME.
MG – Prefeitura de Ervália
O concurso oferece 268 vagas para todos os níveis. As oportunidades são para médicos, terapeutas ocupacionais, psicólogos, enfermeiros, dentistas, pedagogos, professores de educação física e outros profissionais.

Salário: até 10 mil reais
Inscrições: até 24 de julho pelo site do Idecan

MG – Prefeitura de Ibirité
São 508 vagas para todos os níveis. Há oportunidades para médicos, auxliares de enfermagem e técnicos em laboratório, entre outros.

Salário:
até 12.111,58 reais
Inscrições: até 31 de julho na Prefeitura de Ibirité, na rua Arthur Campos, 906, bairro Alvorada, das 10:00 às 16:00 horas.
MG – Prefeitura de Fruta de Leite

Há 60 oportunidades para todos os níveis. Procuram-se profissionais com nível superior para as áreas de medicina, odontologia, nutrição, psicologia, enfermagem e farmácia.

Salário: até 8 mil reais
Inscrições: até 8 de agosto pelo site da Cotec.

MG – Prefeitura de Campos Gerais 
São 110 oportunidades para todos os níveis de escolaridade. Para quem tem nível superior as vagas são para assistente social, cirurgião dentista do sistema PSF, educadora, enfermeiro, enfermeiro especialista em saúde mental, farmacêutico, nutricionista, psicólogo, médicos cardiologista, pediatra, psiquiatra, clínico geral e médico supervisor do sistema PSF.

Salário: 10.164,49 reais
Inscrições: até 14 de agosto pelo site Exame Consultores.
MG -Prefeitura de Poços de Caldas
São 74 oportunidades para todos os níveis. As funções que exigem nível superior são bibliotecário, contador, médico auditor/revisor, médico radiologista/ultrassonografista, médico da ESF, médico do trabalho, clinico geral, cardiologista, endocrinologista, geriatra, hematologista, neurologista, ortopedista, urologia, psiquiatra e médico plantonista.

Salário: até 9.895,25 reais
Inscrições: 14 de agosto pelo site Imam Concursos ou presencialmente na Rua Minas Gerais, 664, sala 104, Centro, de Poços de Cladas (MG).
PR – Consórcio Intermunicipal de Saúde do Oeste do Paraná
São 94 vagas, para todos os níveis, para trabalhar em Cascavel (PR). Procuram-se médicos da área clínica e de psiquiatria, além de farmacêuticos, nutricionistas, psicólogos e pedagogos.

Salário: até 8 mil reais
Inscrições: até 30 de julho pelo site do Instituto Saber.


PR - Fundação Estatal de Atenção Especializada em Saúde de Curitiba
A fundação deve contratar 40 médicos pediatras e um engenheiro para atuar na área clínica. Os contratados realizarão um trabalho temporário e prestarão serviços no Hospital do Idoso Zilda Arns (HIZA), Unidade de atendimento de Pronto Atendimento (UPA), Centro Médico Comunitário Bairro Novo (CMCBN), Serviço de Atendimento Móvel de Urgência do Município de Curitiba (SAMU), Serviço de Atenção Domiciliar (SAD). O edital pode ser acessado no site http://www.feaes.curitiba.pr.gov.br.

Salário: até 5.997,10 reais
Inscrições:
até 4 de agosto pelo As inscrições serão realizadas sem ônus para o candidato, no Hospital do Idoso Zilda Arns, situado
na Rua Lothário Boutin, nº 90, bairro Pinheirinho, Curitiba, Paraná, das 08h às 12h e das 13h às 17h.
PR - Companhia de Serviços de Urbanização de Guarapuava
O concurso oferece 177 oportunidades para todos os níveis. Os profissionais com nível superior procurados são contadores, agentes de controle interno, engenheiros de trânsito, engenheiros eletricistas, engenheiros civis e psicólogos.

Salário: até 6.516 reais
Inscrições: até 10 de agosto pelo site da Consulpam ou pelo site da Companhia
PR – Prefeitura de Palotina
São 108 vagas para todos os níveis. Buscam-se arquitetos, engenheiros civis, fonoaudiólogos e médicos de diversas especialidades, como ginecologia, ortopedia, psiquiatria, entre outras.

Salário: até 7.626 reais
Inscrições: até 13 de agosto pelo site do Instituto Saber


PR – Prefeitura de Campo Magro
São 38 vagas, além de cadastro, para todos os níveis. As oportunidades para quem tem diploma superior são para engenheiro florestal, fiscal de meio ambiente, médico clínico geral, médico da família, médico pediatra, médico psiquiatra, professor, terapeuta ocupacional e turismólogo.

Salário: até 5.615,79 reais
Inscrições: até 14 de agosto pelo site da Fundação Fapipa

PR – Prefeitura de São Pedro do Ivaí
O concurso oferece 96 vagas para todos os níveis. Buscam-se enfermeiros, fonoaudiólogos, nutricionistas, odontólogos, professores, psicólogos, entre outros profissionais.

Salário: até 6.480 reais
Inscrições: até 18 de agosto pelo site da Prosperity


SC – Prefeitura de Vitor Meireles
São 16 oportunidades, ao todo. As funções disponíveis, segundo o edital, são para agente administrativo e operacional, assistente social, auxiliar de manutenção e conservação, auxiliar de serviços gerais, engenheiro agrônomo, engenheiro civil, farmacêutico, fiscal de tributos, médico da esf, motorista, operador de máquinas, professor nível ii, servente/ merendeira, técnico em enfermagem, telefonista.

Salário: até 9.500,64 reais
Inscrições: até 23 de julho na sede da Prefeitura Municipal que fica na Rua Santa Catarina, 2266 – Centro, pessoalmente ou por meio de procuração


SC – Prefeitura de Antônio Carlos
Há 91 vagas para todos os níveis de escolaridade. As funções que exigem nível superior são para enfermeiro, engenheiro agrônomo, farmacêutico, fonoaudiólogo, médico, médico ginecologista, pediatra, psiquiatra, nutricionista, odontólogo, professor licenciatura plena (pedagogia), professor licenciatura plena (educação física), professor licenciatura plena (artes), psicólogo e técnico em educação.

Salário: 5.911,37 reais
Inscrições: até 31 de julho pelo site do Instituto O Barriga Verde

SC – Prefeitura de São Miguel da Boa Vista
São 15 oportunidades para as áreas de engenharia civil, arquitetura, psicologia, medicina, farmácia e enfermagem, entre outras.

Salário: até 7.324,21 reais
Inscrições: até 4 de agosto pelo site da Alternative Concursos

SC- Prefeitura de Belmonte
Há oportunidades para agente de vigilância sanitária, assistente social, dentista, farmacêutico, fisioterapeuta, médico, nutricionista, orientador pedagógico, técnico em enfermagem e técnico em saúde bucal.

Salário: até 15.861,13 reais
Inscrições: até 11 de agosto pelo site da AMEOSC

SC- Ministério Público e Tribunal de Contas de Santa Catarina
São 25 vagas de nível médio e superior, sendo que há oportunidades para procurador. As vagas estão divididas em três editais publicados no site do MPTC http://mptc.fepese.org.br/

Salário: até 23.997,19 reais
Inscrições: até 14 de agosto pelo site do MPTC

SC – Prefeitura de Tunápolis
O concurso oferece um total de 13 vagas para todos os níveis. Para nível superior, há três oportunidades para médicos.

Salário: até 8.957,12 reais
Inscrições:
até 15 de agosto pelo site da AMEOSC

RS – Prefeitura de Ibirubá
O concurso oferece 20 vagas para todos os níveis. Para quem tem ensino superior, há oportunidades para médico geral comunitário.

Salário: até 6.809,45
Inscrições: até 31 de julho pelo site da UNA

RS- Prefeitura de São Francisco de Paula
São 49 oportunidades para todos os níveis. Há vagas para arquiteto, enfermeiro, médico, professor, entre outras.

Salário: até 5.183,35 reais
Inscrições: até 10 de agosto pelo site Objetiva


RS- Prefeitura de Santa Cruz do Sul

Os candidatos concorrem a um total de 293 oportunidades para todos os níveis, inclusive para médico, cirurgião-dentista e enfermeiro.

Salário: até 6.090 reais
Inscrições: até 17 de agosto pelo site Objetiva

Centro-Oeste

DF – Governo do Distrito Federal
São 8 concursos diferentes da Secretaria de Saúde do Distrito Federal. Há vagas para médicos, enfermeiros, farmacêuticos, biomédicos, dentistas, entre outras.

Inscrições: o prazo de inscrição varia de acordo com o concurso. Há datas de encerramento entre os dias 8 de julho e 28 de agosto. Veja os prazos pelo site do Iades, onde estão sendo feitas as inscrições.
Salário: 10.814,50 reais
DF- Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel)
São 100 oportunidades em cargos de nível médio e superior para trabalhar em Brasília (DF). São reservadas 5% das vagas para pessoas com deficiência e 20% para negros. Os cargos que exigem nível superior são para analista administrativo nas especialidades de administração, arquitetura de soluções de tecnologia da informação e comunicação, desenvolvimento de sistemas de informação, direito, engenharia civil e suporte e infraestrutura de tecnologia da informação, especialista em regulação de serviços públicos de telecomunicações nas especialidades de mídia digital, contabilidade, economia, engenharia, métodos quantitativos e direito.

Inscrições: até 1 de agosto pelo site do Cespe
Salário: entre 5.418,25 reais e 11.403,90 reais

MT- Prefeitura de Araguaiana
São 41 oportunidades para todos os níveis. Veja o edital no site da ACPI.
Salário: até 8 mil reais
Inscrições: até 4 de agosto pelo site da ACPI

Norte e Nordeste

BA – Prefeitura de Correntina
O concurso oferece 467 oportunidades para candidatos de todos os níveis. As vagas para quem tem diploma superior são para  engenheiro civil, engenheiro agrônomo, farmacêutico, médico enfermeiro, fonoaudiólogo, fisioterapeuta, entre outros.

Salário: até 5.995 reais
Inscrições: até 29 de julho no Ginásio de Esportes do município de Correntina, na Praça Heustógio Pinto Ramos de Araújo, S/N – Bairro Centro.

BA – Exército
Há um total de 65 vagas para candidatos com nível superior, para o Curso de Formação de Oficiais do Quadro Complementar em 2015. Os cursos aceitos são administração, biblioteconomia, ciências contábeis, comunicação social, direito, entre outros.

Salário: não informado
Inscrições: até 8 de agosto pelo site da ESFCEX.
PE – Prefeitura de Buenos Aires
São 118 oportunidades para todos os níveis. Há vagas para médicos, enfermeiros, psicólogos e professores.

Salário: até 6.400 reais
Inscrições: Até 30 de julho pelo site do IDHTEC.
PE – Câmara Municipal do Recife
São 78 oportunidades, sendo que 36 exigem curso superior e 42 são para quem tem nível médio. São reservadas 10% das vagas para pessoas com deficiência. As funções que exigem diploma universitário são para analista de sistemas, arquiteto, arquivista, assessor jurídico, assistente social, bibliotecário, consultor legislativo na área de administração pública, tributação, orçamento, finanças e desenvolvimento econômico, consultor legislativo na área de política urbana, obras, transportes, trânsito e meio ambiente, consultor legislativo na área de saúde pública, consultor legislativo na área de educação e cultura, consultor legislativo na área de segurança pública, consultor legislativo na área de ciências sociais e políticas, contador, enfermeiro, engenheiro civil, filólogo ou linguista, gestor do controle interno legislativo, jornalista, médico, psicólogo e relações públicas.

Salário: até 7.741 reais
Inscrições: até 6 de agosto pelo site da FGV
PE – Prefeitura do Recife
São oferecidas 43 vagas apenas para nível superior. Do total de oportunidades, 13 para o cargo de auditor do tesouro municipal e 30 para analista de controle interno.

Salário: até 9.090 reais
Inscrições: até 11 de agosto pelo site da FGV Projetos

PE – Secretaria da Fazenda de Pernambuco
O concurso oferece 25 vagas para auditor fiscal do Tesouro Estadual. São aceitos candidatos com diplomas de conclusão em qualquer graduação de ensino superior em instituições reconhecidas pelo MEC.

Salário: 16.300 reais
Inscrições: até 18 de agosto pelo site da Fundação Carlos Chagas
PB – Defensoria Pública da Paraíba
São 20 oportunidades para defensor público. Para participar é preciso ter bacharel em Direito, ser inscrito na OAB e comprovar três anos de atividade jurídica após a obtenção do Diploma.

Salário: 7.109,51 reais
Inscrições: até 29 de julho pelo site da Fundação Carlos Chagas (FCC)

MA – Prefeitura de São Francisco do Maranhão
Entre outras funções, são procurados assistentes sociais, médicos, farmacêuticos, nutricionistas e professores de diversas áreas, como história, matemática, português e geografia. São 97 vagas ao todo, para todos os níveis.

Salário: até 6 mil reais
Inscrições: até 4 de agosto pelo site do Instituto Machado de Assis

AM – Universidade do Estado do Amazonas (UEA)
São dois editais para vagas de professores especialistas e mestres) e para funções administrativas. Ao todo são 48 oportunidades.

Salário: 5.940 reais
Inscrições: até 1º de agosto pelo site da universidade.


RO – Secretaria de Saúde de Rondônia
São 266 vagas para todos os níveis. Há oportunidades para médicos e também para funções administrativas que exigem nível superior, entre outras.

Salário: 11.789,24 reais
Inscrições: até 18 de agosto pelo site Cetro Concursos

TO – Prefeitura de Lajeado
São 112 oportunidades para cargos de nível médio e superior.

Salário: até 5 mil reais
Inscrições: até 29 de julho pelo site do Instituto de Desenvolvimento
Sócio-Cultural e Cidadania

TO – Prefeitura de Dianópolis
O concurso convoca candidatos para ocuparem 71 posições, inclusive para cadastro reserva. Entre os profissionais procurados estão fisioterapeutas, enfermeiros, dentistas, médicos, psicólogos, entre outros.

Salário: até 12 mil reais
Inscrições: até 30 de julho pelo site do ICAP

AM – Prefeitura de Maraã
São 1.159 oportunidades para cargos de todos os níveis. Algumas das funções que exigem nível superior são enfermeiro, dentista, psicólogo, médico, entre outras.Salário: 6.500 reais
Inscrições: até 31 de julho. Os candidatos devem preencher a ficha de inscrição disponível na sede da prefeitura Rua B, n° 688, Conjunto Parque Dez de Novembro/Shangrilá. Documentos serão entregues no seguinte endereço: Avenida Castelo Branco nº 110- Centro- CEP. 69. 490-000.

AM – Prefeitura de Tabatinga
Enfermeiros, engenheiros, professores, nutricionistas, pedagogos e outros profissionais são demandados pelo concurso. A oferta totaliza 520 vagas.

Salário: até 5.732,50 reais
Inscrições: até 17 de agosto pelo site da Concursos Copec

Fonte: Exame

Auxílio-reclusão: entenda!

auxilio reclusãoO que é o auxílio-reclusão?
É um benefício legalmente devido aos dependentes de trabalhadores que contribuem para a Previdência Social. Ele é pago enquanto o segurado estiver preso sob regime fechado ou semi-aberto e não receba qualquer remuneração da empresa para a qual trabalha, nem auxílio doença, aposentadoria ou abono de permanência em serviço. Dependentes do segurado que estiver em livramento condicional ou em regime aberto perdem o direito de receber o benefício.

Esse benefício é pago ao preso?
O segurado preso não recebe qualquer benefício. Ele é pago a seus dependentes legais. O objetivo é garantir a sobrevivência do núcleo familiar, diante da ausência temporária do provedor.

O auxílio-reclusão é proporcional à quantidade de dependentes?
Não. O valor do benefício é dividido entre todos os dependentes legais do segurado. É como se fosse o cálculo de uma pensão. Não aumenta de acordo com a quantidade de filhos que o preso tenha. O que importa é o valor da contribuição que o segurado fez. O benefício é calculado de acordo com a média dos valores de salário de contribuição.

 Que princípios norteiam a criação do auxílio?
O princípio é o da proteção à família: se o segurado está preso, impedido de trabalhar, a família tem o direito de receber o benefício para o qual ele contribuiu, pois está dentre a relação de benefícios oferecidos pela Previdência no ato da sua inscrição no sistema. Portanto, o benefício é regido pelo direito que a família tem sobre as contribuições do segurado feitas ao Regime Geral da Previdência Social.

Desde quando ele existe?
O auxílio foi instituído há 50 anos, pelo extinto Instituto de Aposentadoria e Pensões dos Marítimos (IAPM) e posteriormente pelo também extinto Instituto de Aposentadoria e Pensões dos Bancários (IAPB), e depois incluído na Lei Orgânica da Previdência Social – LOPS (Lei nº 3.807, de 26 de agosto de 1960). Esse benefício para dependentes de presos de baixa renda foi mantido na Constituição Federal de 1988.

A família do preso pode perder o direito de receber o auxílio?
Sim, desde que o segurado obtenha sua liberdade, fuja ou sua pena progrida para o regime  aberto. Pela legislação, os dependentes têm que apresentar a cada três meses, na Agência da Previdência Social, a declaração do sistema penitenciário atestando a condição de preso do segurado.

Quantos benefícios de auxílio-reclusão são pagos atualmente no país?
De acordo com o Boletim Estatístico da Previdência Social (Beps), o INSS pagou 33.544 benefícios de auxílio-reclusão na folha de janeiro de 2012, em um total de R$ 22.872.321. O valor médio do benefício por família, no período, foi de R$ 681,86.

Como solicitar?
O auxílio-reclusão, a exemplo dos demais benefícios da Previdência Social, pode ser solicitado com agendamento prévio, pelo portal da Previdência Social e pela Central 135.

Fonte: Ministério da Previdência Social

Inca e Ministério da Saúde: saiu o edital!

INCAFoi divulgado nesta terça, 22 de julho, o edital do concurso do Instituto Nacional de Câncer (Inca) do Rio de Janeiro e do Ministério da Saúde, que estará sob a responsabilidade da Funcab. Serão oferecidas 768 vagas em cargos dos níveis médio, médio/técnico e superior, em sua maioria da área de Saúde, sendo 583 para trabalhar no Inca, no Rio de Janeiro, e 185 no ministério, em Brasília. A remuneração inicial varia de R$3.239 a R$9.874,05, cobrando taxa de R$97 (para as carreiras de nível superior) e de R$78 (médio).
O documento liberado traz as principais regras do certame, bem como especifica a distribuição das vagas abertas e a descrição das atividades de cada função. No entanto, o conteúdo programático a ser estudado e o cronograma da seleção, com indicação do prazo de inscrições e data de aplicação das provas, somente serão liberados em 5 de agosto, conforme consta do edital. O concurso terá a validade inicial de dois anos, podendo ser prorrogada uma única vez e pelo mesmo período.

Perseverança levou estudante do QC ao 1º lugar no Ministério da Fazenda 2014.

José Ailton- 1º lugar, no concurso do Ministério da Fazenda

José Ailton- 1º lugar no concurso do Ministério da Fazenda

Em 2011, eu estava licenciado em matemática, mas decidi que não iria lecionar. Sempre respeitei o ofício de professor, mas me incomodava a imensa carga horária que o professor tinha que exercer para conseguir sobreviver, além da grande quantidade de trabalho que levava para casa. Foi nesse momento que decidi que iria estudar para concursos públicos.

Em 2012 fiz o meu primeiro concurso público e, apesar de ter feito uma boa pontuação, não consegui ficar dentro do número de vagas. Fiquei muito triste, mas nem por isso parei de estudar. Eu tinha certeza de uma coisa: iria ser aprovado, mesmo que demorasse um pouco mais.

Abdiquei de muita coisa e, como todo concurseiro, tornei-me, nesse período, meio antissocial. Passava todo o tempo livre estudando. Felizmente Não tive problemas com a família, pois sempre apoiou meus esforços.

No início de 2014 me inscrevi para o concurso do Ministério da fazenda. Nesse período, trabalhava quarenta e quatro horas semanais na iniciativa privada e aproveitava todo o tempo livre para estudar.

Montei um plano de estudo por disciplinas, segundo a quantidade de questões da prova, o peso de cada matéria e a dificuldade que tinha em cada disciplina. Estudava a teoria em vídeo aulas e, em seguida, resolvia diversas questões de provas anteriores no portal questões de concursos, todos os dias. No último mês da prova, respondia, ao menos, 100 questões diárias. Realizava simulados no site e tirava as dúvidas com os comentários dos colegas e professores. Eu não queria apenas passar, queria ser o 1º, pois sabia que estudando para ser o 1º, pelos menos chegaria dentro do número de vagas.

No dia da prova dei o melhor de mim em cada questão e, com uma felicidade que só conhece quem já passou em concursos público, vi meu nome publicado no DOU, em 1º lugar, no concurso do Ministério da Fazenda.

Mas não pensem que parei por aqui. Estou apenas começando, continuarei estudando, tenho novos concursos à vista.

O que eu diria para alguém que estivesse estudando ou começando a estudar para concursos e me pedisse um conselho? 

Foque em um concurso e faça um bom curso preparatório, em vídeo aula, pdf, livros, conforme a sua forma de estudar; não se perca em meio a um grande acervo de material. Responda o máximo de questões possíveis de provas anteriores. Tenha como objetivo principal a dedicação exclusiva para alcançar seu objetivo. Pense assim: vou dedicar este ano para uma das coisas mais importantes da minha vida: aprovação no concurso público. Se o seu desejo de passar for muito grande, esqueça, durante o tempo de preparação para o concurso, Facebook, whatsapp, baladas, longas conversas ao celular.

Tenha ótimas fontes de estudo. Existem várias na internet. Eu, pessoalmente, indico o portal Questões de Concursos que é, além de tudo, um grande grupo de estudos no qual resolvemos milhares de questões online, simulados e tiramos nossas dúvidas com os comentários dos colegas e professores.

Seja solidário, compartilhe suas fontes, compartilhar é uma forma positiva de adquirir novas informações e ajudar outras pessoas a conseguirem aprovação.

Tenha certeza de que você conseguirá ser aprovado no concurso que desejar se estiver determinado a pagar o preço. O preço é a sua dedicação diária e as renuncias que terá de fazer.

Lembre-se que a aprovação pode exigir um pouco mais de tempo do que você imaginava, se ela demorar a chegar, não desanime, mantenha-se firme em seu propósito, se você não desistir, com certeza alcançará seu objetivo.

José Ailton dos Santos, participou ainda de várias matérias na imprensa. Entre elas, no site da Revista Exame.

 

Investigação Social: “vala comum para se eliminar candidatos”

Sérgio Camargo é advogado em defesa do concursando.

Sérgio Camargo é advogado em defesa do concursando.

Atualmente tudo pode eliminar candidatos que estejam respondendo a: sindicância, inquérito policial, processos judiciais Civis, processos judiciais criminais, o examinador não ‘ir com a cara do candidato’, a cabala, e muito frequente os interesses escusos de se dar posse a candidatos não tão bem colocados, que só conseguem alcançar êxito se eliminado certo número de mais bem aprovados.

A investigação social nesta nova década, tornou-se vala comum para se eliminar candidatos de certames, pelo fato de que bancas examinadoras passam atuar com extrema discricionariedade, em regra ao arrepio da lei, e do próprio Estado Democrático de Direito, que infelizmente terá enorme dificuldade em sua sedimentação, visto que abusos como os que bancas e administrações públicas vêm fazendo, de eliminar candidatos de certames públicos, em situação que não a única estabelecida na constituição de 1988:

TÍTULO II
Dos Direitos e Garantias Fundamentais
CAPÍTULO I
DOS DIREITOS E DEVERES INDIVIDUAIS E COLETIVOS

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
LVII - ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória; (Grifo nosso, não consta do original)
Realmente, se tivermos qualquer intenção de consolidarmos um Estado Democrático de Direito, temos de dar privilégio imediato à dignidade humana, materializados nos princípios fundamentais, como o supra exposto, para garantir a candidatos que acessem cargos, empregos e funções públicas, desde que não tenham sido CONDENADOS POR SENTENÇA JUDICIAL CRIMINAL, TRÂNSITO EM JULGADO, como infelizmente diversas vezes inobserva-se. Afinal, em um país de evolução histórica e social, tão heterogênea, em que as diferenças sociais e financeiras são abissais, quem nunca emitiu um cheque sem provisão de fundos, ou evolveu-se em um acidente de trânsito, ou viu-se em uma delegacia após acalorada discussão com um vizinho? ‘Quem for inocente, que atire a primeira pedra!

TRE-GO: define organizadora

TRE GOO Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE/GO)  definiu o organizador do realizará novo concurso . A seleção ficará a cargo do Cespe/UnB. O extrato de dispensa de licitação foi publicado no Diário Oficial da União desta sexta, dia 18 de julho.

O último concurso para o órgão foi realizado em 2008. As chances eram para os níveis médio e superior, para diversos cargos. As remunerações ofertadas eram de R$3.993,09 (nível médio) e R$6.551,52 (superior), para quarenta horas de jornada de trabalho. Os candidatos foram avaliados por provas objetiva e discursiva, essa última apenas para nível superior, com questões de Conhecimentos Básicos e Específicos. O organizador do concurso foi o Cespe/UnB.

Em apenas 3 meses, estudante do QC consegue a primeira aprovação!

Josué Nascimento- Aprovado no Instituto de educação do MT. Técnico de Tecnologia da Informação

Josué Nascimento- Aprovado no Instituto de Educação do MT. Técnico de Tecnologia da Informação

A minha trajetória em concursos foi bem curta. Em menos de 3 meses a minha vida mudou totalmente.

No dia 10 novembro de 2013 (após sete anos, trabalhando em um cargo comissionado em um órgão estadual) revolvi que queria fazer carreira em algum órgão público. Navegando pela internet, achei um concurso interessante que estava com vagas abertas (era o último dia das inscrições) que era do Instituto Federal de Educação do Estado de MT. Fiz a minha inscrição e depois fui procurar algum site onde eu pudesse estudar. Procurando no google, ele me listou o QC. Visitei o site e gostei muito, pois queria estudar baseando em questões de outros concursos semelhantes, fiz a minha assinatura. Então em menos de um mês, consegui catalogar umas 600 questões e foquei nessa base de conhecimentos. A prova foi realizada em 15 de dezembro (desde a inscrição até a data da prova foram 35 dias de estudo). E o resultado foi divulgado dia 30 de dezembro e foi aprovado para a vaga de Técnico de Tecnologia da Informação e era apenas 1 vaga. E em 28 de janeiro de 2014 já tomei posse e atualmente já sou servidor público federal. Em menos de 3 meses, uma ideia foi lançada e realizada. Foi o primeiro concurso que realmente estudei para valer. A base de conhecimento que cataloguei no site do QC foi fundamental para o sucesso dessa aprovação. Estarei estudando para o concurso nesse mesmo órgão para daqui 2 anos para o cargo de Analista de Tecnologia da Informação. Irei montar a minha base de conhecimento no QC com tranquilidade, vou me basear no edital do concurso anterior (2013) e com um tempo enorme para estudar, não vai dar tempo nem de completar os 3 anos para o estágio probatório e já irei assumir o outro cargo dentro do próprio Instituto.