Como agilizar seu atendimento

Para agilizar o atendimento de nossos estudantes, o QC conta com equipes de atendimento direcionadas para cada assunto. Se você tem alguma dúvida, sugestão, elogio, ou se está encontrando alguma dificuldade, saiba como ter acesso a esse canal.

Em primeiro lugar, você deverá entrar no site  qconcursos.com .

Faça o seu login. Caso você não tenha cadastro, deverá efetuá-lo.

2

 

Escolha a opção Ajuda.

ajuda

Você encontrará um tira- dúvidas com diversos itens. Verifique se sua dúvida pode ser sanada com os tópicos.

4

Caso não tenha sido satisfatório, clique em Enviar uma solicitação.

5

Preencha os campos abaixo e envie.

6

Nossa equipe irá avaliar e responder à sua solicitação.

Lembramos que nosso horário de atendimento é de segunda a sexta, das 8h às 18h, exceto feriados.

Bons estudos!

 

 

Guia de estudos: Conceito e objeto do Direito Administrativo

Como surge o Direito Administrativo?

O Direito Administrativo tem origem na França após a revolução Francesa. Ele nasce junto com o Estado de Direito.

Até a revolução burguesa de 1789, regia a lógica do Estado absolutista, no qual o Monarca, enquanto rei absoluto, não era responsabilizado pelos seus atos. O rei estava acima do Direito. Muitas vezes, aliás, o Direito era exatamente aquilo que ditava o Rei. A ordem jurídica- e todo o resto da sociedade civil- era totalmente submissa às ordenações reais.

Com a revolução, há a queda do absolutismo e a instalação do Estado de Direito. Nesse novo período histórico, respondendo aos anseios da burguesia ascendente, que temia o poder estatal desenfreado, o estado passa a se submeter ao Direito. Até mesmo- e, no Direito Administrativo, principalmente- o Chefe de Estado e de Governo está submisso à ordem jurídica. Os governantes- e o próprio estado também- passam a dever respeito ao Direito, tanto quanto qualquer membro da sociedade.

O Direito Administrativo começa a ser desenvolvido jurisprudencialmente, por meio das decisões do Conselho de estado francês. Tal conselho, instituído em 1799, possui exatamente a função de dirimir as controvérsias surgidas entre a Administração Pública e os seus administrados.

É nesse contexto de submissão jurídica da máquina estatal em que se desenvolve o Direito Administrativo. E não poderia se diferente. Somente com o advento do estado de Direito é que começa a fazer sentido o desenvolvimento (no início, mais jurisprudencial do que legal) deste novo ramo do Direito: o Direito Público. O Direito Administrativo nasce, portanto, para disciplinar as relações entre os administradores e os administrados, já que agora estão todos submissos à mesma ordem jurídica.

Conceito e objeto do Direito Adminstrativo

O Direito Administrativo tem como campo de estudo a área do Direito Público, ou seja, é um ramo do Direito Público.

O entendimento que predomina no Brasil e na América Latina, apesar de ser insuficiente, é que o objeto de estudo do Direito Administrativo é a Administração Pública, seja entendida como função administrativa ou como organização administrativa, órgãos públicos, pessoas jurídicas.

O Direito, de modo geral, é um conjunto de normas (princípios e regras), dotadas de coercibilidade que disciplinam a vida social. O Direito Administrativo, enquanto ramo do Direito Público, é esse conjunto de princípios e regras que disciplina a função administrativa, bem como as pessoas e os órgãos que a exercem. Tem por objeto, portanto, toda essa estrutura administrativa, a qual é voltada para a satisfação dos interesses públicos.

Fontes do Direito Administrativo:

Tradicionalmente, a doutrina apresenta quatro fontes do Direito Administrativo; Lei,  Jurisprudência, Doutrina e Costume.

Lei: é considerada a fonte primordial do Direito Administrativo Brasileiro. Nós falamos Lei, em sentido amplo, desde a Constituição até mesmo leis complementares, leis ordinárias, decretos regulamentar, expedido pelo chefe do Poder executivo, ou seja, lei em sentido amplo. A lei acaba sendo a fonte básica do Direito Administrativo,  principalmente por causa de sua força obrigatória dentro do sistema. Temos de seguir aquela conduta que acaba sendo estabelecida pela Lei.

Jurisprudência: podemos entender como o conjunto de decisões tomadas pelo Poder Judiciário num mesmo sentido. Normalmente, a jurisprudência é considerada fonte do direito Administrativo porque acaba esclarecendo a interpretação que tem de ser dada a uma determinada lei. É muito comum termos de estudar, para compreender o sistema do Direito Público, a jurisprudência de um determinado tribunal, por exemplo, a jurisprudência do Supremo Tribunal Federal. Nesse caso, é muito comum encontrarmos as Súmulas dos tribunais, uma uniformização da jurisprudência, a uniformização de um entendimento de um tribunal a respeito de um determinado dispositivo.

Doutrina:  os estudos que são feitos pelos doutrinadores, pelos juristas, a respeito de nosso sistema normativo. A doutrina acaba influenciando a elaboração da Lei. Um entendimento de um determinado autor, de um determinado jurista, acaba influenciando a modificação de nosso sistema normativo.

Costume: normalmente é utilizado para preencher as lacunas de nosso sistema normativo. Costume é a fonte não- escrita do Direito Administrativo.

Precisamos dividir esse conceito em dois elementos:

1- Material: Costume precisa ser, antes de tudo, uma prática reiterada no interior da Administração pública;

2- Subjetivo: uma convicção generalizada. Ou seja, um entendimento genérico de que aquela conduta é necessária. Portanto, jamais pode-se admitir o costume contra a lei.

Fontes: Professor Marcus Bittencourt

Direito Administrativo Descomplicado- Marcelo Alexandrino e Vicente Paulo- Editora Gen

Professor Gustavo Knoplock

Professor Dênis França

Organizado por: Cláudia Jones

Estude esse tópico pelo QC

Tudo sobre Direito Adminstrativo

Mais de 20 mil questões online

Mais de 1.000 questões comentadas pelos professores

Mais de 170 aulas

 

 

 

 

Minas Gerais reúne diversos concursos com remuneração até 13 mil

O estado de Minas Gerais reúne mais de  4.700 vagas de nível fundamental ao superior para diversos cargos. As remunerações chegam a 13 mil reais. Veja as instituições que estão com editais abertos e inscrições abertas.

SEPLAG-MG

A Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão de Minas Gerais (Seplag- MG)  abriu concurso para  80 vagas de Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental do quadro de pessoal da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão. A remuneração chega a R$ 4.780,00.80. A banca organizadora é o IDECAN e as inscrições estarão abertas de 25/07/2015 a 20/09/2015. As provas serão aplicadas em 24/10/2015 e 25/10/2015.

Veja o edital

Prefeitura de Belo Horizonte 

A Prefeitura de Belo Horizonte publicou edital para provimento do cargo de Assistente Administrativo. Ao todo são 300 vagas destinadas ao nível médio. A remuneração é de R$1.682,92.  A responsável pela organização do certame é a Fumarc. As inscrições vão de 22/06/2015 a 28/07/2015. A prova objetiva será em 30/08/2015 segundo o edital.
Veja o edital

Prefeitura de Pains

A Prefeitura de Pains  abriu 83 vagas, destinadas a todos os níveis escolares. As remunerações vão de R$788,00 a R$9.030,10. O interessado deve se inscrever de 20/07/2015 a 20/08/2015. As taxas de inscrição variam de R$35,00 a R$80,00. As provas objetivas serão aplicadas na data provável de 20/09/2015.
Veja o edital

Prefeitura de Ninheira

A Prefeitura Municipal de Ninheira publicou edital para o provimento de diversos cargos. Ao todo são 74 vagas destinadas a todos os níveis de escolaridade. As remunerações vão de R$ 788,00 a R$ 11.500,00. As inscrições poderão ser feitas no site da organizadora  COTEC entre 08/06/2015 e  08/07/2015. As taxas de inscrição vão de R$ 50,00 a R$ 150,00. A prova objetiva será realizada na data de 09/08/2015.
Veja o edital

Prefeitura de Patis

A Prefeitura Municipal de Patis abriu concurso para o provimento de 144 vagas para diversos cargos. As remunerações podem chegar a  R$ 8.400,00, de acordo com o cargo pretendido. O interessado poderá se inscrever pelo site da Cotec de 08/06/2015 a 08/07/2015. As taxas de inscrição variam de R$ 50,00 à R$ 150,00.  A prova objetiva será realizada em de 09/08/2015.
Veja o edital

Prefeitura de São Francisco

A Prefeitura Municipal de São Francisco publicou edital para 254 vagas para diversos cargos.  As remunerações podem chegar a R$ 9.900,00, de acordo com o cargo pretendido.
As inscrições online serão realizadas pela COTEC no período de  08/06/2015 a 12/06/2015. As taxas de inscrição variam de R$ 50,00 a R$ 150,00.
A prova objetiva será realizada na data de 09/08/2015.
Veja o edital

Prefeitura de Mar de Espanha

A Prefeitura Municipal de Mar de Espanha publicou edital para o provimento de diversos cargos. Ao todo são 237 vagas destinadas a todos os níveis de escolaridade. A remuneração é de R$ 446,08 a R$ 3.183,00.
As inscrições online serão realizadas pela MGA no período de 20/07/2015 a 20/08/2015. As taxas de inscrições vão de R$ 30,00 a R$ 80,00. A prova objetiva será realizada na data de 13/09/2015.
Veja o edital

Prefeitura de Ibirité

A Prefeitura Municipal de Ibirité publicou edital para o provimento de 477 vagas para diversos cargos. As remunerações vão de R$ 741,44 a R$ 2.432,70.
As inscrições online serão realizadas pela POLIS no período de 15/06/2015 a 30/06/2015 às 17h. As taxas de inscrição variam de R$ 22,00 a R$ 72,00.  A prova objetiva será realizada na data de 16/08/2015
Veja o edital

Inscrições abertas

TRT 3ª Região

O Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais – TRT 3ª Região (MG) está com inscrições abertas até dia 12 de junho para cadastro reserva para Analista, Técnico Judiciário  e especialidades.  As inscrições podem ser realizadas no site da organizadora Fundação Carlos Chagas – FCC no período de 13/05/2015 às 14h e 12/06/2015. As taxas de inscrição são de R$90,00 e R$110,00 de acordo com o cargo pretendido.
As provas objetivas serão aplicadas na data prevista de 26/07/2015.
Veja o edital

FUNDASUS – Fundação Saúde do Município de Uberlândia
A Fundação Saúde do Município de Uberlândia – FUNDASUS divulgou o edital para o provimento de 705 vagas de nível técnico. As remunerações são de R$ 1.200,00 à R$ 1.792,00 e a taxa de inscrição são de R$ 45,00. O período de inscrição vai de 18/05/2015 a 06/07/2015, observado horário oficial de Brasília /DF. A data provável da prova objetiva será dia 16/08/2015.
Veja o edital
A Fundação Saúde do Município de Uberlândia (FUNDASUS) publicou o edital para o provimento de 303 vagas de nível médio. As remunerações são de R$ 1.110,00 à R$ 2.014,00 e a taxa de inscrição é de R$ 45,00. O período de inscrição vai de 08h do dia 18/05/2015 às 23h59min do dia 06/07/2015.  Segundo o edital, a data provável da prova objetiva será dia 16/08/2015.
Veja o edital
A Fundação Saúde do Município de Uberlândia (FUNDASUS) publicou o edital para o provimento de 375 vagas de nível fundamental. As remunerações são de R$ 1.014,00 à R$ 1.378,00 e a taxa de inscrição é de R$ 35,00. O período de inscrição é de 18/05/2015 a 06/07/2015.
A data prevista para a prova é dia 09/08/2015.
Veja o edital
Prefeitura de Curvelo

A Prefeitura Municipal de Curvelo publicou edital para o provimento de diversos cargos. Ao todo são 596 vagas destinadas a todos os níveis de escolaridade. As remunerações vão de R$ 788,00 a R$ 1.929,49.
As inscrições online serão realizadas pela SEAP no período do dia 11/05/2015 ao dia 12/06/2015. As taxas de inscrição são de R$ 30,00 a R$ 100,00.
A prova objetiva será realizada na data de 18/07/2015 e 19/07/2015.
Veja o edital

Prefeitura de Santa Rosa da Serra

A Prefeitura de Santa Rosa da Serra publicou edital para o provimento de diversos cargos. Ao todo são 114 vagas destinadas a todos os níveis de escolaridade. As remunerações são de R$ 788,00 a R$ 13.809,90. As inscrições online serão realizadas pela EXAME no período de  22/05/2015 a 21/06/2015. As taxas de inscrição são de R$ 48,00 a R$ 842,00. A prova objetiva será realizada na data de 26/07/2015.
Veja o edital

UFMG

A Universidade Federal de Minas Gerais publicou edital para o provimento de vagas para diversos cargos. A remuneração pode chegar a R$ 8.639,50.

Veja os editais

Veja mais concursos para o estado de Minas Gerais. Intensifique seus estudos e saia na frente da concorrência.

Roteiro de Estudos de Ato Administrativo. Saia na frente!

Professor Marcus Bittencourt, Advogado da União

Professor Marcus Bittencourt, Advogado da União

Um dos temas mais cobrados nas provas de direito administrativo em concursos públicos é Ato Administrativo. Sendo um tema recorrente, aproveitamos para trazermos como nosso convidado o Advogado da União e mestre em Direito Administrativo, professor Marcus Bittencourt que nos presenteia com um roteiro de estudos para o tema.

    1.Ato administrativo.

1.1 Conceito: ato jurídico que decorre do exercício da função administrativa, sob um regime jurídico de direito público.

  2Elementos ou Requisitos do ato administrativo.

2.1 Sujeito Competente. Não basta que o sujeito tenha capacidade, é necessário que tenha competência. Competência decorre sempre de lei.

2.2 Finalidade: é o resultado que a Administração quer alcançar com a prática do ato. É o legislador que define a finalidade que o ato deve alcançar, não havendo liberdade de decisão para o administrador público.

2.3 Forma. Concepção restrita – forma como a exteriorização do ato. Ex. forma escrita ou verbal, de decreto, de portaria, de resolução. Concepção ampla – exteriorização do ato e todas as formalidades que devem ser observadas durante o processo de formação da vontade da Administração e requisitos de publicidade do ato. A motivação integra o conceito de forma, pois é a exposição dos fatos e do direito que serviram de fundamento para a prática do ato

 2.4.  Motivo: razões de fato e de direito que serve de fundamento ao ato administrativo. Motivo diferente de motivação: Motivação é a exposição dos motivos, demonstração por escrito de que os pressupostos de fato realmente existiram. Teoria dos motivos determinantes: a validade do ato fica atrelada aos motivos indicados como seu fundamento, de tal forma que, se inexistentes ou falsos, implicam em sua nulidade. Quando a Administração apresenta os motivos do ato, mesmo que a lei não exija a motivação, ele só será válido se os motivos forem verdadeiros.

 2.5. Objeto ou conteúdo: é o efeito jurídico imediato que o ato produz – lícito, possível, moral e determinado.

3. Atributos do ato administrativo consistem nas características que demonstram a submissão a um regime jurídico de direito público.

3.1. Presunção de legitimidade (conformidade do ato com o ordenamento) e veracidade (presumem-se verdadeiros os fatos alegados pela Administração).

3.2. Imperatividade: os atos administrativos se impõem a terceiros, independentemente de sua concordância.

3.3. Autoexecutoriedade: ato administrativo pode ser executado pela própria Administração Pública, sem necessidade de intervenção do Poder Judiciário.

4. Discricionariedade e vinculação. O ato é vinculado, quando a lei estabelece que, perante certas condições, a Administração deve agir de tal forma, sem liberdade de escolha. O ato é discricionário, quando a lei deixa certa margem de liberdade de decisão diante do caso concreto, de modo que a autoridade poderá escolher, segundo critérios de conveniência e oportunidade, qual o melhor caminho para o interesse público. Discricionariedade nunca é total, alguns aspectos são sempre vinculados à lei (sujeito, finalidade, forma).

4.1 Legalidade e Mérito. Como certos elementos do ato sempre são vinculados, não existe ato administrativo totalmente discricionário. No ato vinculado, todos os elementos vêm estabelecidos previamente em lei. No ato discricionário, alguns elementos vêm exatamente determinados em lei, contudo outros são deixados à decisão da Administração, com maior ou menor liberdade de apreciação da oportunidade e conveniência. Ato vinculado só é analisado sob o aspecto da legalidade – conformidade do ato com a lei. Ato discricionário deve ser analisado sob aspecto da legalidade e do mérito (oportunidade e conveniência diante do interesse público a atingir). Mérito é o juízo de conveniência e oportunidade que só existe nos atos discricionários.

 5. Anulação, revogação e convalidação.

5.1 Anulação é a extinção do ato administrativo por motivo de ilegalidade, feita pela Administração Pública ou pelo Poder Judiciário, produzindo uma eficácia retroativa (efeitos “ex tunc”).

5.2 Revogação é a extinção do ato administrativo discricionário, por questão de mérito, feita pela Administração Pública, preservando os efeitos produzidos no passado (efeitos “ex nunc”).

5.3 Convalidação: ato produzido pela Administração Pública, para suprir vícios sanáveis em um ato ilegal, com efeitos retroativos ao momento de sua expedição, em decisão na qual se evidencie não acarretar lesão ao interesse público nem prejuízo a terceiros.

Professor Marcus Bittencourt

Youtube

twitter: @mbittencourt

Referências: BITTENCOURT, Marcus Vinicius Corrêa. Manual de Direito Administrativo. 6ª edição, Belo Horizonte: Editora Fórum, 2015.

Estude Atos Administrativos pelo QC

Estude Direito Administrativo pelo QC.

 

Enem 2015: saiu o edital

enem 2015A edição do  Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2015   já chega com mudanças. As provas serão realizadas em 24 e 25 de outubro. A íntegra do edital com todas as regras foi publicada hoje, segunda-feira (18), no “Diário Oficial da União”.

As inscrições  ocorrem entre 25 de maio e 5 de junho. Para quem não conseguir isenção, a inscrição só será “confirmada” após o pagamento da taxa de R$ 63 até as 21h59 do dia 10 de junho. No entanto, estarão isentos, estudantes da rede pública no último ano do ensino médio . Segundo o edital, além deles, podem obter isenção candidatos que comprovarem carência.

Após mais de 10 anos, a taxa de inscrição sofreu aumento pela primeira vez . O  valor que era R$ 35 agora, passa a ser de R$ 63.

Outra mudança é que o MEC não enviará mais cartão de inscrição pelos Correios. Agora, terá que ser baixado diretamente no site do Enem. Porém, o documento serve para orientação e não precisa ser apresentado no exame.

As provas do Enem 2015 serão aplicadas em horários diferentes das edições anteriores. Nos dias dos exames, os portões nos locais de provas serão abertos às 12h e fechados às 13h (horário de Brasília), mas as provas iniciarão às 13h30, após realização de procedimentos de segurança.

Os candidatos deverão informar número de telefone (celular ou fixo) válido. Eles também terão que criar uma pergunta e resposta de segurança no login e não será possível usar o mesmo e-mail para fazer mais de uma inscrição.

O detector de metal será novamente aplicado nos locais de prova e para tentar diminuir as faltas, o MEC afirmou que estudantes liberados do pagamento que não forem às provas vão perder o direito à isenção na próxima edição.

Em relação à aplicação das provas, no primeiro dia, ciências humanas e ciências da natureza terão 4 horas e meia de duração. No segundo dia, linguagens, matemática e redação terão 5 horas e meia de duração.  Os portões serão fechados às 13h (horário oficial de Brasília). Mas, dessa vez, as provas só começam 30 minutos depois do fechamento dos portões.

Os sabatistas no Acre, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Roraima poderão fazer as provas do sábado às 19h do horário local. Nos demais estados, a prova do primeiro dia para os sabatistas começa às 19h do horário de Brasília.

Outra mudança será o corte da isenção para alunos que forem liberados da taxa e faltarem ao exame deste ano, pois quem faltar em 2015 terá obrigatoriamente que pagar a inscrição em 2016.

De acordo com o secretário executivo do MEC, Luiz Claudio Costa 65% dos faltosos do Enem de 2014 eram alunos isentos.

Em relação à justificativa das faltas referentes aos isentos, O MEC ainda vai definir as regras para justificar a ausência.

Intensifique seus estudos pelo QC no canal do ENEM

Veja Tudo sobre o ENEM 2015

Questões de todas as provas online para você resolver

Questões comentadas por professores

Videoaulas para você aprender

 

Teimosia, repetição e fé levam uma baianinha”porreta” a conquistar seu cargo público!

TamaraNossa maior felicidade é quando recebemos a boa notícia da aprovação dos nossos estudantes. Sabemos que a caminhada é árdua, que nada é tão fácil e que manter-se na maratona requer fatores essenciais como determinação, extremo cuidado e equilíbrio, entre outros. Qualquer desvio pode ser fatal. Aqueles que se mantêm na trajetória são merecedores de aplausos, pois ali está um campeão de verdade!

A nossa maior inspiração, que é você, está agora assumindo um papel merecedor de sua conquista: servir o cidadão! E, temos toda a convicção que este papel será desempenhado com muito êxito e dedicação. A mesma dedicação, a qual a preparação recebeu! Desejamos sucesso nessa nova jornada que eu bons frutos possam render a todos que dependam da atenção de nossos Servidores Públicos!
Os depoimentos que recebemos de nossos aprovados, podem contribuir e muito para a caminhada de quem está nesse propósito e, por isso compartilhamos com todos vocês! Esta é a história da baianinha “porreta”, determinada  e cheia de fé chamada Tamara que mostrou a que veio nesse mundo dos concursos.

“Meu nome é Tamara Cardoso e Cardoso de Freitas,  sou  recém-casada,  tenho 30 anos, sou baiana, formada em Direito e fui aprovada em terceiro lugar para o cargo de juiz leigo da comarca de Guanambi-BA, organizado pela banca Consultec, sob supervisão do Tribunal de Justiça da Bahia.

Quando fui convidada para falar sobre minha aprovação no concurso público fiquei muito honrada, feliz e pensei muito sobre o que eu poderia dizer para fazer a diferença na vida daquele concurseiro(a) que deixa de estudar para ler esses depoimentos dos aprovados.

Lembrei de mim mesma lendo todos os depoimentos e me perguntando o quê de especial tinham aquelas  pessoas, como eu poderia me tornar tão vitoriosa como elas. Hoje digo a vocês que não tenho nada de especial, não sou nenhum geniozinho, mas o que me move é  o sonho da aprovação. Sou movida por ideais, vontade de ser reconhecida como alguém que faz a diferença para a sociedade. Quero ser alguém que usa todo o conhecimento acumulado para mudar a vida das pessoas, sendo eficiente e cordial com a população. Não há nada pior no mundo do que você ter um problema e ir ao Judiciário e ser mal atendida, ou tratada com menosprezo. Nada pior do que ser um número no meio da multidão.

Não serei hipócrita em dizer que também não busco realização profissional e financeira, mas uma coisa eu digo: Quem entra no mundo dos concursos pensando apenas no dinheiro não aguenta o rojão!!! É preciso muito mais , é preciso ter convicção, certeza, porque quem não as tem, logo desiste.

Muitas pessoas perguntam por onde estudei, quantas horas de estudo, se fiz cursinho, se resolvi questões,  qual o meu método de estudo, enfim, vou destacar o meu método de estudos para esse concurso em especial.

Para este concurso especifico de juiz leigo eu me baseei praticamente na leitura de lei seca, (para quem não é do direito, ler a lei seca significa sentar-se à frente do vade mecum e ler a lei do inicio ao fim), na resolução de questões através do QConcursos.com e assisti as aulas das matérias especificas, no meu caso como ia fazer concurso para juiz leigo, com atuação primordial nos Juizados Especias, eu assisti todas as aulas de Juizados Especias que o QConcursos oferecia. As aulas da Betania Senra, amo as aulas dela, pois além de aprender ela me acalma com seu jeitinho delicado nas videoaulas.

Tenho que dizer que depois que conheci o QConcursos a minha visão sobre os concursos mudou totalmente, pois durante dois anos eu estudava apenas lendo doutrina e fazendo resumos, mas eu não conseguia passar. Estudava, mas depois de um tempo eu esquecia tudo que tinha lido.

Depois que conheci o Qconcursos, através da indicação da minha amiga de cursinho, eu comecei a ter pontuações cada dia maiores.

Através do QConcursos eu descobri que não preciso decorar todos os artigos, toda a matéria, pois eu resolvo as questões e marco na lei qual artigo corresponde a resposta. Assim, eu descobri quais artigos tem maior incidência nos concursos e quando vou reler a lei, só decoro aqueles que caem mais. Você acaba descobrindo o que cada banca gosta mais de cobrar em cada lei especifica. Além do mais, assistir videoaulas tem se tornado muito enfadonho e repetitivo, logo quando estou desanimada eu resolvo um bocado de questões que minha vontade de vencer logo se reaviva, logo ganha mais cor, pois o site te presenteia com estatísticas sobre a sua progressão nos estudos.

Na minha opinião, as três  palavras chaves para aprovação em concursos são TEIMOSIA, REPETIÇÃO E FÉ em si mesmo e em Deus!!!

E só teimar que passa! Teima que você é capaz, apesar de todas as dificuldades, apesar das pessoas duvidarem. Repita todo o edital, veja todo o conteúdo e repita novamente e novamente e novamente.

Tenha FÉ em si mesmo e não se importe com a concorrência. A maioria não se dedicou como você, não pagou o preço que você pagou, e tenha FÉ em Deus, porque sem Ele você não teria mãos para escrever, olhos para ler e nem saúde para Teimar e Repetir.

Sei que pode parecer meio clichê as coisas que escrevi, mas para mim foi essa a receita para a aprovação nesse concurso.

Eu continuo estudando, pois ainda não alcancei o meu objetivo de vida, não cheguei na minha tão sonhada magistratura estadual, mas continuo teimando, repetindo e tendo fé! Afinal, como dizia o poeta Fernando Pessoa: “Eu sou do tamanho do que vejo
E não, do tamanho da minha altura… “

Como gerenciar minha privacidade no QC

No novo QC você pode alterar suas configurações e permitir  ou não que seus seguidores vejam seus dados como cadernos, questões resolvidas e suas questões comentadas.

Ao passar o cursor sobre seu menu de usuário, clique na opção “Configurações”.

menu(1)

 


Configurações de  Perfil

Captura de Tela 2015-04-25 às 11.40.56(2)

Nela, você pode escolher quem poderá ver as seguintes opções:

  • Suas publicações no mural: cadernos criados, comentários feitos, questões que você decidiu acompanhar, entre outras atividades.
  • Ver seus cadernos públicos: cadernos são criados com o status de público, por padrão. E estes aparecerão em seu mural. Cadernos que você escolheu tornar privados não serão exibidos em seu perfil, mesmo que você deixe os públicos visíveis.
  • Ver suas questões resolvidas
  • Ver suas questões comentadas
  • Ver seus dados de contatos
  • Ver seus relacionamentos: pessoas que você segue e que seguem você.
  • Ver onde você mora
  • Ver sua profissão

Ao marcar a opção “Esconder meu perfil de mecanismos de busca externos” você retira seu perfil de buscadores como Google ou Yahoo.

Ou seja: se alguém buscar por seu login, email ou nome em um buscador, seus dados não irão aparecer.

 

Configurações de  Relacionamento

Screen Shot 2015-04-27 at 3.09.43 PM

 

Nesta opção, você escolhe quem pode lhe enviar uma mensagem, escrever em seu mural e quem pode te seguir.

Você também poderá ver a lista de pessoas que você parou de seguir e bloqueou, caso queira desbloqueá-las.

É importante notar algumas  possibilidades de configuração.

Em cada configuração, você terá as seguintes opções:

  • Todos
  • Meus relacionamentos (pessoas que você segue e pessoas que seguem você, sendo necessário que elas estejam nas duas listas)
  • Só pessoas que eu sigo
  • Ninguém

Em configurações, você poderá mudar a forma como sua página de questões é exibida, como ordenação de questão, exibição de comentários e forma como a resposta será apresentada após uma resolução. E, poderá ainda, mudar a sua senha, seu email, seu nome de usuário, além, de poder excluir sua conta.

Bons estudos!

Dicas e Guia de Estudos para Câmara Municipal do Rio de Janeiro!

camara rio de janeioroA Câmara Municipal do Rio de Janeiro publicou nessa quarta-feira, 13, o edital para o concurso que oferece 63 vagas em cargos dos níveis médio, médio/técnico e superior, com remunerações que variam de  R$ 6.255,08 a R$ 7.645,82.. O regime de contratação é o estatutário, que garante a estabilidade empregatícia. Nos últimos três anos a  s Casa ofereceu três seleções contando com esta.
Para Fernando Bentes, diretor do QC, o grande apelo do concurso para a Câmara do Rio de Janeiro é a prova objetiva. “Mesmo os cargos que possuem avaliação específica, como taquígrafo, inspetor de segurança e redação e revisão, também atribuem uma pontuação muito grande à prova de múltipla escolha. Logo, quem quiser ser aprovado deve aprender a responder questões desta natureza”. Ele aconselha, ainda, todo o candidato a fazer um mínimo de 100 questões por disciplina que cairá na prova. Se possível, pode estudar por questões de provas já aplicadas pela Prefeitura do Município do Rio de Janeiro.
De acordo com o especialista, para Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico e Noções de Informática, aconselho que o candidato pegue apenas um livro previsto no edital e treine mais por meio de questões. “Nas outras disciplinas, deve ler o máximo de livros que conseguir até a data da prova, mas tomando cuidado de não perder tempo apenas numa disciplina. Basta escolher um livro de cada matéria, ler tudo e fazer questões. Depois, passa para outra matéria. Quando acabar de ler um livro de cada disciplina, pode ler o segundo, terceiro, quarto livros previstos na bibliografia, sempre alternando de disciplina e treinando por meio de questões”, ensina.
BentesBentes ainda alerta a tomar um cuidado muito grande:” o livro não precisa ser lido inteiramente, mas apenas naquelas partes previstas no programa de cada disciplina do edital”.
Fernando recomenda que os candidatos leiam manuais de Direito Administrativo para estudarem Ética do Servidor na Administração Pública e livros de Direito Constitucional para aprenderem Processo e Poder Legislativo. “Embora o edital não recomende livros nestas matérias, isso poderá facilitar a compreensão do candidato não formado em Direito. Basta que procurem estes temas pelo índice, que terão um estudo mais focado”, aconselha.
Bentes diz que ao mesmo tempo que lerem os livros devem fazer muitas questões e lerem absolutamente todas as normas previstas no edital. “Nesse caso, não pode haver economia: o candidato precisa saber cada detalhe, de todas as leis previstas, para ser aprovado”.
A seleção ocorrerá por meio de prova objetiva, composta por 70 questões e prevista para 30 de agosto. Ainda haverá uma redação para o cargo de Redator e revisor e Revisão. Já  para os que concorrem à vaga de Comunicação Social (Jornalismo), terá prova de produção de release; e para os candidatos a Inspetor de Segurança, prova prática. Todas essas avaliações estão marcadas para 27 de outubro.
Comece a treinar agora mesmo para este concurso pelo site Questões de Concursos
Guia de Estudos:
Para todos os cargos:

Tira dúvidas: como absorver as informações?

deseperoRecebi um email de uma candidata dizendo que começou a estudar há seis meses e tem sentido que está estudando , estudando e não consegue absorver nada direito. Ela diz que tem lido todos os textos que os professores lhe enviam e acredita que esteja fazendo algo errado.
Essa é uma queixa muito comum no início da preparação. Na verdade, tem-se essa impressão. As informações novas precisam de sucessivas repetições para serem assimiladas. A preparação para concurso acontece de forma natural, a partir do estudo e manuseio repetido dos conteúdos. A melhor estratégia para isso é ler cada ponto da matéria e, logo a seguir, fazer exercícios sobre aquele ponto – com consulta à teoria. Isso ajuda a compreender e fixar o tema.

Outra sugestão é não ficar muito tempo no mesmo ponto. O importante, no início, não é memorizar – o que acontecerá naturalmente, como vimos – mas compreender bem o que está sendo estudado. Daí, seguir em frente para o ponto seguinte. Quando chegar ao fim da matéria, percebe-se que tudo passa a fazer sentido. É hora de voltar ao início para começar a fixação.
Nessa “volta ao início”, além de ler e fazer exercícios, é muito produtivo fazer anotações de resumos de cada disciplina. Esses esquemas, além de auxiliarem na fixação, são excelentes para revisões posteriores. Demandam algum tempo para sua elaboração, mas o resultado compensa muito. Mas só dá para fazer isso quando estamos avançados no estudo e a prova ainda não chegou.
Se a banca estiver definida, dê preferência às provas da mesma. Caso contrário, busque bancas variadas paraconcursos similares.
Aí está a receita infalível para a sua aprovação. Bons estudos!

Por Cláudia Jones

Comece a estudar agora mesmo pelo QC!

Bom estudos!

Por Cláudia Jones, jornalista e especialista em concursos

 

Coragem é o que não falta para o concurseiro

Dia_da_coragem4O dia de hoje, 6 de maio, me inspirou a escrever uma declaração para esse guerreiro concurseiro, afinal, hoje é o dia da coragem. E cá pra nós, talvez você nem se dê conta do tamanho da sua coragem! A decisão por um concurso público é uma decisão que requer uma dose alta de coragem, até porque as renúncias que você fará, serão constantes em sua vida de estudante.

Haja coragem para peitar os incrédulos e mostrar que você pode, que você consegue criar metas e se dar bem com elas!

Haja coragem de encarar um “mar” de gente pelos corredores dos cursinhos ou pelas redes sociais disputando o mesmo cargo que você e, mesmo assim, erguer a cabeça e sentir-se o melhor, o mais bem preparado!

Haja coragem para pedir “aquela ajudinha básica” para os pais, parentes e até amigos mais próximos quando a coisa aperta. Seja aperto de grana, de dor, de tristeza, de desmotivação, até mesmo para cuidar dos filhos quando precisa estudar!

Haja coragem para reconhecer os “desvios” durante a preparação e ainda assim, levantar a cabeça, e recomeçar!

Haja coragem para levantar a cada derrota!

Haja coragem para encarar de frente aquela disciplina que, durante bom tempo, virou seu calcanhar de Aquiles, mas mesmo assim, você bateu no peito e dominou-a com garra!

Haja coragem para abandonar por um tempo as festas, os amigos, aquela cervejinha depois do trabalho, a praia e até mesmo as festas essenciais na sua vida como aniversários, natal, reveillon, carnaval!

Haja coragem para olhar para a família sem você e dizer bem baixinho: “é por um curto período”!

Haja coragem para enxugar as lágrimas e dizer que você é mais que vencedor e que nada e nem ninguém (nem você mesmo) vai tirá-lo da maratona!

Haja coragem para abrir a sua prova e depositar nela toda a sua confiança!

Haja coragem para abrir o diário oficial, porque o medo de desmaiar pode  pegar você de surpresa quando vir seu nome escrito!

Então, haja coragem para servir os interesses públicos e, finalmente, desempenhar a sua função com glória!

A você, homem, mulher, estudante, concurseiro de coragem, desejamos que a cada dia você possa se renovar ainda mais com esse ingrediente que determinará o final da sua história! CORAGEM! SEMPRE!

Por: Cláudia Jones