Saiu da zona de conforto e partiu para a trajetória rumo à aprovação em concurso

Início » Aprovados » Saiu da zona de conforto e partiu para a trajetória rumo à aprovação em concurso
By | 2018-01-17T15:45:11+00:00 17 de janeiro de 2018|Aprovados|

Eu me chamo Evaldo Trudes, moro em uma cidade do interior chamada Iguape, no Estado de São Paulo e vou contar minha trajetória de aprovação em concursos públicos. Espero que minha história possa ajudar a dar mais motivação para você.

Desde muito pequeno adorava estudar.

Em 1998, prestei o meu primeiro concurso com 20 anos de idade. Foi um concurso de nível médio para a Prefeitura e fiquei em 1º lugar.

Acabei me acomodando neste serviço por 10 anos e parei de estudar.

Um dia, resolvi que queria algo melhor para minha vida e passei a prestar alguns concursos.

Passei em alguns, porém, meu sonho era ser aprovado em concursos maiores e com salários melhores.

Objetivos

Um concurso que me chamava a atenção era para Tribunais ou Ministério Público, mas achava que não tinha capacidade para tanto e as leis me assustavam demais.

Em 2007, conheci o QC e comecei a praticar pela plataforma para o concurso estadual da SUCEN (Superintendência de Controle de Endemias ).

Fui aprovado em 2º lugar no concurso num total de 8 vagas.

Assumi esse cargo e novamente acabei me acomodando.

Concursos maiores iam e vinham e eu lá, no meu cantinho, morrendo de medo de enfrentá-los, desacreditando totalmente da minha capacidade.

Método de estudos

Meu método de estudo era como o da maioria, ou seja, resoluções de questões, muita leitura, áudio e resumos.

No entanto, a partir do momento que comecei a estudar pelo Qconcursos, meu nível de acertos aumentou consideravelmente, pois era a minha principal ferramenta de estudos.

No QC, eu tinha, e tenho até hoje, tudo que era necessário para ser aprovado.

Resolvia muitas, mas muitas questões. Assistia a videoaulas e os comentários dos colegas eram fundamentais, pois me ajudavam a entender ainda mais as questões.

Minha relação com o QC

O QC, para mim, é uma ferramenta importantíssima e muito útil para que eu obtenha o resultado esperado nos concursos.

O que eu adoro e mais faço na plataforma, é resolver questões. Torna – se viciante, pois à medida que você responde e aguarda aquela frase em verde “Parabéns, você acertou”, mais e mais quer responder.

Também gosto das estatísticas, criar cadernos de questões e baixar provas.

Faço meus próprios filtros e, isso, também me ajuda a resolver as questões no aplicativo QC.

Estudava 7 horas por dia e chegava a resolver mais de 100 questões por dia, pois como disse, o QC é viciante.

A retomada

Foi então que em 2011, resolvi que deveria enfrentar os meus medos e partir pra cima.

Prestei o concurso para oficial de promotoria do MP/SP e com a soma da prova objetiva com a prática, havia ficado em 8° lugar.

Porém, a prova de digitação foi anulada e tive que refazer.

Para a minha decepção, perdi uma linha inteira e muitos pontos, assim, minha posição foi para 44º.

Fiquei muito triste e arrasado, ainda mais sabendo que nesse concurso nomearam até o décimo.

Prometi que daria a volta por cima e haveria outras oportunidades.

Uma motivação

Lembro-me como fosse hoje o dia em que abriu o edital do concurso de 2015 para o cargo de escrevente do TJ/SP.

Paguei a minha inscrição e comecei a estudar no primeiro dia da abertura do edital, ou seja, 3 meses até a prova.

Fiquei muito contente, pois havia sido aprovado com a 25ª colocação num total de 4000 candidatos.

Não fiquei entre as vagas, mas tinha fé que seria chamado, apesar da negatividade de muitas pessoas.

E a vida de concurseiro continuou

No ano seguinte, 2016, abriu o edital para o concurso de Oficial de Promotoria do MP/SP e agora com mais bagagem, resolvi encará-lo e decidido que ficaria, desta vez, entre as vagas.

Eram 2 vagas e fiquei em 2º lugar com 75 acertos num total de 80 questões (93,75%) na prova objetiva e 99,9% na prova prática. Graças a Deus desta vez não foi anulada (risos).

Alcancei meu objetivo e me vinguei do concurso de 2011…rs. A felicidade era tanta que não conseguia me conter.

No começo do ano de 2017, prestei um concurso para o cargo de Assistente Social da prefeitura da minha cidade e fiquei em 1º lugar. Fui convocado, porém não quis assumir.

Duas nomeações de uma vez só

O ano de 2017, realmente, foi um ano inesquecível, pois em outubro fui nomeado para o Ministério Público (Oficial de Promotoria) e dias depois para o Tribunal de Justiça (Escrevente).

Meu Deus, se com uma nomeação já estava pulando de alegria, imagine duas. Haja coração.

Então, devido à localização, decidi pelo Ministério Público e estou adorando.

É possível!

Posso dizer que nessa caminhada, passei por muitos obstáculos, mas consegui superá-los.

Creio que dedicação, persistência, abdicação e “sangue nos olhos” são essenciais para uma aprovação.

Continuo estudando e não vou parar. Hoje, estudo em média 3 horas por dia, devido à falta de tempo e não largo o QC.

Agradeço muito ao Qconcursos.com por fazer parte da minha história e ajudar a conquistar os meus objetivos.

Concurseiro com QC sempre estará um passo à frente.

 

Essa é mais uma história para motivar a sua. Dê asas ao seu sonho de conquistar uma vaga e intensifique seus estudos pelo Qconcursos.com.

Comentários