Mulheres no serviço público: histórias de força e coragem

Início » Notícias Concursos » Mulheres no serviço público: histórias de força e coragem
By | 2018-04-06T11:41:12+00:00 08 de março de 2018|Notícias Concursos|

Neste 8 de março, queremos homenagear as guerreiras que lutam por uma vaga no serviço público. Vamos trazer histórias de mulheres que conquistaram com muita garra e determinação o tão sonhado cargo.

Muitas são trabalhadoras, mães e estudantes, e compartilham do mesmo desejo com uma força inigualável: a conquista da tão sonhada vaga.

Histórias de guerreiras

As histórias são muitas – diferentes ou parecidas – e trazem um contexto de determinação e coragem. A carioca Taciana Garcia é uma dessas guerreiras que usou todas as suas armas para conquistar sua vaga na Defensoria Pública do Rio de Janeiro.

Foi um ano e três meses de dias, noites e madrugadas de muito estudo. Já nos finais de semanas, aproveitava para revisar os pontos que mais tinha dúvida. “Me afastei de baladas, bares e outras distrações, para não correr o risco de cair em tentação. Só me concentrava na frase: “PRECISO VENCER”.

Sua luta ainda não terminou. Taciana agora continua lutando por um cargo melhor – e já tem uma meta: “Meu sonho é ser Defensora Pública”, explica.

Mãe e concurseira

A história de Silvia Vasques é inspiradora. Depois de concluir uma faculdade, com dois filhos ainda pequenos em casa, ela não tinha condições de deixar as crianças com alguém para conseguir trabalhar. Incentivada pelo marido, decidiu estudar para concurso público.

A rotina não foi nada fácil. “Tinha que me desdobrar entre cuidar da casa, de dois filhos e do marido. Além disso, tinha que dar conta de 8 horas de estudos todos os dias, sem contar com turmas presenciais de exercícios no sábado e domingo, o dia inteiro”, lembra ela.

Depois de 4 anos de estudos TODOS OS DIAS e muitas provas realizadas, Silvia conseguiu sua tão sonhada vaga. Uma não, duas! “As lágrimas de felicidade não paravam! Meu nome estava na lista de aprovados para Analista Administrativo e Agente Administrativo da CESPE”, comemora.

Persistência é a chave para o sucesso

Shirley Bezerra, atual servidora do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, conta que a persistência foi a ferramenta usada para se equilibrar entre a dupla jornada de trabalho e estudos, para traçar o caminho da aprovação. “Tirei forças de onde eu nem sabia que tinha”, lembra. “Estudava em pé na ida e na volta de metrô, passava meu horário de almoço na biblioteca e não saía para nada nos finais de semana”, completa.

Tanto foco e esforço valeram a pena: ela conquistou duas aprovações, uma no TJ RJ e outra na Defensoria Pública do Rio de Janeiro, e confessa que não vai parar. “Tenho uma rotina de estudos com edital e sem edital. A diferença é que enquanto não sai edital eu não estudo aos finais de semana e dou uma reforçada na doutrina, ainda mais quando não tem banca definida”, conta ela.

Independência financeira desde cedo

Manuely Sabriny, do Piauí, tinha 18 anos quando decidiu ser independente financeiramente. Aproveitou o ritmo intenso de estudos para o Enem e engatou na busca por uma vaga no serviço público.

Na época, a primeira oportunidade que apareceu foi o concurso da Caixa Econômica Federal. Ela se organizou, fez um planejamento e começou a estudar por meio de metas. O resultado? A primeira colocação no concurso.

Essas são algumas das nossas guerreiras, exemplos de força, persistência e coragem, que se juntam a outras tantas já aprovadas e outras milhares empoderadas pela decisão de transformarem suas vidas.

A todas essas mulheres, o nosso reconhecimento, admiração e a certeza de que continuarão perseguindo – e conquistando! – seus objetivos. Desejamos que este 8 de março não seja só mais uma data no calendário, mas que também nos lembre diariamente que vivemos em um mundo em plena transformação: com mais igualdade, respeito e valorização das mulheres.

Se inspire nestas e em outras histórias de grandes mulheres, que já fazem parte dessa transformação. Aprenda com elas como direcionar seu foco para o objetivo que, sem dúvida, mudará o rumo de sua vida e carreira: a aprovação em um concurso público.

Conheça todos os detalhes das histórias e trajetórias de estudos e aprovações de SílviaTaciana, Shirley e Manuely.

Bons estudos e rumo à aprovação!

Comentários