Fabiano conta sua história: passar em um concurso público era uma utopia que virou realidade!

Início » Aprovados » Fabiano conta sua história: passar em um concurso público era uma utopia que virou realidade!
By | 2018-06-06T10:45:44+00:00 06 de junho de 2018|Aprovados|

Meu nome é Fabiano Santos de Melo, sou de Guarabira, Paraíba. Vou contar como fui aprovado em 4º lugar na Prefeitura Municipal de Mari, para o cargo de Agente Administrativo, em 2015.

Concurso público sempre esteve no meu sangue. Meus pais são concursados e eu, impreterivelmente, queria ser um servidor público.

Era mais do que um desafio para mim, pois na escola eu não era um aluno exemplar. Não “corria” muito atrás do conhecimento.

Então, encarei como meta ultrapassar a minha própria força de vontade e estudar para valer. E, todos sabemos: estudar para concurso público não é fácil.

Minha principal motivação era provar para mim mesmo que eu poderia ser um servidor público, que era capaz de enfrentar todas as dificuldades e conquistar meu cargo.

Em 2013, quando as notícias sobre o próximo concurso da Caixa Econômica Federal já traziam grandes expectativas, senti uma vontade tremenda de estudar para passar para o cargo de Técnico bancário.

Nesta época, aos 22 anos, eu não trabalhava, apenas fazia um curso técnico em informática no IFPB.

E foi quando, por meio de um colega concurseiro, conheci a ferramenta que seria essencial para minha aprovação: o Qconcursos.com. Passava o dia todo estudando e resolvendo questões.

O nervosismo acabou com as expectativas

O edital foi em 2014, porém foram poucos meses de estudos, mas mesmo com pouco tempo de preparação, gostei da prova.

Mas tive um problema: por ser meu primeiro concurso, fiquei muito nervoso e isso me prejudicou: ao copiar o gabarito para o cartão-respostas, acabei errando três questões. Resultado: das 125 vagas fiquei em 195 e acabei eliminado.

A certeza de que a esperança prevalece

Eu tinha a plena certeza que eu estava no caminho certo para uma aprovação, só precisava seguir meu ritmo de estudos: videoaulas, apostilas e, por fim, uma bateria de questões relacionadas ao assunto que eu tinha estudado.

Eu estava dando o melhor de mim e sempre daria, pois era o meu objetivo!

Durante essa minha maratona rumo ao objetivo da aprovação, percebi que uma única chama que não se apagava dentro de mim era a fé! E continuei firme e forte em meu propósito.

Após o concurso da Caixa, me mantive no ritmo frenético dos estudos e fiz algumas provas, mas nenhum resultado satisfatório. A maioria tinha a “bendita” matemática, que era meu calcanhar de Aquiles: eu era péssimo!

Não passei justamente por não atingir os 50% da matéria de matemática. Mas, vida que segue e eu estava ali disposto a continuar.

Quase fui aprovado no concurso público da Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN, em 2015. Se não fosse a redação… Ela me jogou para baixo nas colocações.

E a aprovação chegou!

Logo após o concurso da UFRN, aproximadamente em agosto, saiu o edital para a Prefeitura Municipal de Mari, na Paraíba. Lá fui eu estudar para o cargo de Agente Administrativo.

Eram quatro vagas e uma seria a minha. Essa era a minha certeza e lutei por isso. Esse concurso caiu como uma luva, pois aproveitei 90% das matérias que havia acabado de estudar para a prova da UFRN.

Intensifiquei meus estudos mantendo a mesma organização: videoaulas, apostilas e muitas, muitas questões pelo Qconcursos.com.

E daí, como eu disse, a única chama que não se apagava dentro mim, a minha fé, me ajudou a vencer todas as barreiras, e o resultado tão esperado chegou: minha aprovação no dia 5 de novembro de 2015!

Fiz milhares de questões no site do Qconcursos.com, o que foi essencial para minha aprovação.

Um ano depois da publicação do resultado, eu tomei posse no concurso, em 16 de novembro de 2016. Não preciso nem contar que fiquei agoniado com essa espera, não é? Pois é, ansiedade era meu nome.

E segui estudando para outros concursos, afinal a vaga só seria minha quando eu tivesse posse dela, certo? E lá fui eu seguindo o ritmo de sempre. Foco total! Estudando para outros concursos, mas sem sucesso.

Mesmo após a nomeação, não estacionei nos estudos e continuarei dando o melhor de mim! Almejo ser servidor público federal!

Tenho plena certeza de que com minha determinação e a ajuda do Qconcursos.com, em breve, irei dar outro testemunho de mais uma vitória.

Meu aprendizado

O que eu levo realmente em meu coração como um aprendizado e, obviamente, como o ponto-chave da minha aprovação, é a persistência que sempre me acompanhou.

Além disso, a fortaleza que tive para nunca deixar que as derrotas me abalassem (fui reprovado em vários concursos). Superei os momentos de ansiedade (achava que eu estava demorando muito para ser aprovado em um concurso e “atrasando” minha vida) e a luta contra as decepções (às vezes, por um simples comentário de algumas pessoas – mesmo da minha família) que me deixavam realmente para baixo.

Minha mensagem para você

Eu sei e senti na pele que estudar para concursos não é fácil, requer muito empenho, dedicação e força de vontade. Mas, para você ser aprovado em um concurso, é preciso manter o foco nos estudos e nunca desistir, pois como já dizem por aí “o concurso é uma fila, caso você se mantenha nela, em breve chegará sua vez!”

Comentários